Mawé

Dialeto Mawé (Maué)

[por Henri Coudreau (1895)]

Língua da Família Mawé
Português - Mawé

céu - atipó
nuvem - uaaté
vento - euetu
sol - aat
dia - ihuadac
manhã - ihuadac poí
noite - uandema
lua - uaatê
estrela - uaiquira, uaiquira u-ató
as plêiades (sete-estrelo) - mapuí
inverno - jamana eat
chuva - jamana
raio - meremerebê
trovão - ueduató
o frio - totomorac
terra, solo - rhi
areia - eocoi
pedra - nó
rocha - nó aherém
savana - eaheng
montanha - uitog
floresta - nhaá
água - ê-ê
sal - oquê
enseada; riacho - ê-idi
caminho, trilha - mohap
fogo - ariê
tocha - ariê-andê
fósforos - ariê- auí
boa-noite! - auandê aicô!
como passou a noite? - tambê erecoçá?
bom-dia! - enodac
meu irmão - ihaninhê
mulher - onianiê
menino - giracá
rapaz - uidadera
você é jovem - nambi otira
jovem - macutira
velho, ancião - ahaivô
pai - uievô
mãe - ouitê
irmã - oheinê
irmão - uiqueuê
filho - ohaló
filha - ohaquiê
mulher, esposa - oivara
pais - ovuei
como está passando? - aicotã erecoçá?
não estou passando bem - aricoçá uaitê i
estou melhor - erê i catu
casa - enhetá
caminho - moa
os brancos - caraiué
os negros - tapaiúna
o chefe - tuxau
guerrear - tamambuê ahat
matar - toatuuc
Deus - Tupana
o deus dos índios - Aicaaivat
ele morreu - icooró
não estou entendendo - ereticô avi
cabeça - uaiaquê
cabelo - uaiatsap
olho - oheha
nariz - uaianguá
orelha - uihapê
boca - ouivém
língua - ouincó
dentes - ohãe
barba - uimensá
braço - uaiequê
mão - uipapuió
dedo - uipunha
unha - uipô champê
leite - hemi
barriga - himeá
pé - ouipuí
ferida - quepihi
embriaguês; ébrio - hemahipô
doente - iahó
sono - toquê
casa - nheetap, munhetap
tapir (anta) - ueuatá
que comida você vai servir? - aretô uhê urá uê?
peixe - pirá
anzol - piná
canoa - canahi
remo - epucuitá
roça - nuá
mandioca - manihoc
beiju - mana
farinha - ouí
tapioca - manihara
caxirim - caciri
milho - auati
caxirim de milho - auati-pô
caxirim doce - taruba
um - endup
dois - tepuí
três - mueém
quatro - tepuí uevô
cinco - uindê canomorani
moquém - euparacaia
panelão - uanã
panela de cozinha - mion-onga
fervura - ihé
hospedeiro - curivu
algodão fiado - amonqui suap
rede - eni
arco - moreuá
flecha - moré
flauta grande - uhu
contas - taçuru
cigarro de palha - sovó
fumo de rolo - sovó muri
faca - quicê
sabre - pereêp
machado - ihuihap
fuzil - mucava
pólvora, munições - muçacuí
panos - socpê
anzol - piná
espelho - uaruá
pente - queuá
pente fino - queuá puuí
cachaça - mahê
capivara - capiuara
gato - piçana
cachorro - auarê
porco marrão - hamaô
macaco-aranha (cuatá) - tuahá
lontra - apá
macaco - hanoã
paca - paha
buriqui (macaco vermelho) - auequê
onça - auiató
agami (japacanim-do-brejo) - oerê
arara - hanoona
canário - ipêc
galo, galinha - uaipacá
nhambu - oriri
periquito - ahore
tucano - nhonjana
urubu - urubu
jacu - muenhõ
peixe - pirá
pacuguaçu - pacu-açu
traíra - auarepora
tucunaré - aitouambora
pacu - pacu
raia - otipé
surubi - surubi
cobra - muaia
jibóia - amungauara
jacaré - uatsu
jacaretinga - uatsuquê
camaleão - senemuí
tracajá - uauiriuatô
formiga - saari
formiga-de-fogo - saari corana
carapanã - uantion
pium (borrachudo) - upió
árvore - iuí-teog
raiz - iuí-pohô
folhas - repap-uí
flor - ipoherê
fruto - cadeadeuá
borracha - siringa
breu-preto - etãhê
caju - caçu, cazu
miriti - mombi pucu paia
carapanaúba - canahê
paxiúba - paandi
indaiá - uacéia
indaiazal - uacéia-pihê
inhame - aueiá
cipó - iripó
batata-doce - uriuru
milho - auati
urucu - uaacap
jenipapo - uãchop
ingá - moquia
ananás - amandá
banana - pacoa
feijão - cumaná
mamão - mamô
pimenta - mucé
eu - uitó
tu - enê
ele - mii
eles - vevuarê
minha faca - ohê quicê
tua faca - ê quicê
a faca dele - iateê quicê
eu tenho uma faca - ohê quicê tonha
você tem uma faca - ê quicê tonha
ele tem uma faca - iatê quicê tonha
tem comida - imiô uampê
há comida lá dentro - taõ imiô uampê
é mentira - iatuê só
é verdade - puí i uó
hoje - meçô
ontem - nhaatpó
amanhã - monguitê
depois de amanhã - heqüecaia
depressa! - merebi
daqui a pouco - mecorambora
lentamente - ehepama
muito - ipoí
pouco - tõ, icorina
chega, basta - uaacu toadanta
é bom, está bom - etê requê heracoá
é bonito, está bonito - etê requê icahe orocoá
feio, está feio - ipoitê
branco - iquedoc
azul - iherep
vermelho - ihup
preto - honta
comprido - ieuop
não comprido - iantô
amargo - nop
doce - heaía
azedo - hanhõ
duro - ihenha
não duro - erihenha
irritado, raiva - ipuehac
cansado - uaiahê
ele é forte - hê saiquê
ele é fraco - ene hê saiquê
gordo - ihã-idê
embriagado - iuambê
longe - ipuiabó
não distante - ipuiahi
magro - icanemoda
ruim (de comer) - ipuí ahac tocá enemi cauê
malcheiroso - icamehi
pesado - ipoti
pequeno - coringuadê
medroso - guenehá
sem medo - ietogue~hê
ladrão - moquê
quero comprar uma rede - athê heiê deni
gosto de cachaça - ahê ecô mahê
não gosto de cachaça - erá matecô sudê
gosto de peixe - pirá tocôo
vou à roça - aretá nôo ca pê
usar o timbó - ocotoc tauíra uatê
timbó - oocó
vou à roça pegar timbó - aretá nôo capê ocotoc
o caminho do porto - moamp oap
caminho - moã
porto - oap
maracujá - murucujá
ele chegou de fora - muíe tuenõ emeiombê
ele tem muitas mercadorias - mipala ipá itê
não tenho mulher - ietcat ioivarê
não tenho filho - ietcat oaquiê
preciso de uma mulher - eçá donê anê atequê
tenho sede - arê eotxi
tenho fome - ohê seê
tenho febre - oiahó
vou tomar banho - arevê ietê
ele bebe - totó
ele não quer água - ê retiquê eçari
a roça foi queimada - toivonhô
ele canta - touê apuí
ele foi caçar - hê uerê
ele trabalha - ipô paap
gritar - toatcá
dançar - ihairu
anda logo! - nerevi!
a jusante - heambecaia
a montante - iheapocaia
dê-me água - terodeú ê imiô
vou dormir - ariquê
ele dorme - toquê
vamos comer - uaatê enuc
escutar - erê uandê dop
acorda! - erê hemora!
ferida - pihi
esta ferida impede-me de trabalhar - ohê pihi hatê mihi tupana eui patpat quana
vou construir minha casa - nhê etap arê eãmã
estou com calor - ohê sãhacô
aqui faz calor - ohê aipuíp
faz frio - naac
estou com frio - ohê naac
você fuma? - ehapuí apô sohô?
tire a água da canoa - etiha pona ê
vá dançar - mohairora
brincar - tapapui
flauta - aquara
tocar flauta - aquara tatapuí
eu como - areenô
andar - loirá aheurê
ele morreu - icorá
ele morreu há muito tempo - meiauí corê nhaat ipocorê
eu remo - erê apucuí
vá na popa - eeretô hoçá pocê
vá na proa - muitô iã boquê
eu falo (uma língua) - ohê hai
vou pescar - arepi neindeque
vá pescar - moepi naindeque
que trazes? - caat pat te queí?
nada - eetcati
chorar - arevaque
trabalhar - ipotpá
quero trabalhar - oipotpa pterã
não quero trabalhar - eroipotpa pterã
não posso trabalhar - caat atê euí pilpat terani caat hotê ta ci queat
porta (de casa) - oqueena
rir, estar feliz - iuepit
chove tempestuosamente - ehuetô at
está trovejando - hurua
vai chover - iamana iraanê
eu trabalho muito - oipô papcezê
ele matou uma onça - atê oca auê atá
já vou - aretá teena
venha cá - erê ianemeicouí
ver - eraçá
voar - eveitá
roubar - tateraoc

(*) Este dialeto foi-me ditado pelo maué Lourenço (Manuel Lourenço da Silva), residente em Montanha (Tapajós). Este Lourenço é piloto para as cachoeiras vizinhas e, segundo consta, filho ou neto de verdadeiros tuxauas.
Fonte: COUDREAU, Henri. Viagem ao Tapajós. São Paulo/Belo Horizonte: Ed. da USP/Itatiaia, 1977. p. 147-50.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *